Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Falência assombra Irmãos Cavaco

A construtora Irmãos Cavaco esteve ligada a urbanizações em Albufeira Foto Ana Baião

Foto Ana Baião

Em 2016, a construtora faturou €5 milhões. “Lutarei pela sobrevivência da empresa até à última gota de sangue”, diz António Cavaco

É cada vez mais estreito o caminho que leva à salvação da construtora Irmãos Cavaco, de Santa Maria da Feira. A viabilização está dependente dos votos dos credores (15%) que manifestaram a intenção de votar por escrito, no âmbito da assembleia geral que esta quarta-feira se realizou no tribunal de Oliveira de Azeméis. Nos termos da lei, têm 10 dias para votar.

Na assembleia de hoje, o universo representado (78% do total) dividiu-se segundo três orientações. Uma maioria (56,1%) manifestou-se logo favorável à recuperação, 28,6% do capital votou contra e 15,2% avisou que vota por escrito. A aprovação precisa de uma maioria de dois terços.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)