Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Os guardiães muçulmanos do túmulo de Jesus

Vista aérea sobre o Edículo, a construção em madeira que abriga o túmulo onde Jesus Cristo foi sepultado, no interior do Santo Sepulcro, durante uma cerimónia de Domingo de Ramos

Foto Ammar Awad / Reuters

O local que abriga o túmulo de Cristo é, desde há séculos, protegido por duas famílias muçulmanas. Os Joudeh guardam as chaves do Santo Sepulcro e os Nusseibeh estão encarregados de abrir e fechar a porta exterior do templo. Ao Expresso, Adeeb Joudeh explica todo o ritual

Margarida Mota

Jornalista

Em época pascal, o Santo Sepulcro torna-se o centro da cristandade. Localizado no bairro cristão de Jerusalém — cidade santa também para judeus e muçulmanos —, o templo abriga os locais onde, segundo a tradição cristã, Jesus Cristo foi crucificado e sepultado.

Diariamente, a alta e pesada porta de madeira que dá para o exterior, e por onde entram todos os anos milhões de peregrinos e turistas, abre-se pelas quatro da manhã — um pormenor, não fosse o fiel depositário das chaves daquela importante igreja cristã ser... um muçulmano.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • 500 anos de Páscoa

    Episódios passados nos dias de Páscoa, desde 1517 até... 2017, dia que este ano ainda não chegou mas para o qual se prevê, além das improbabilidades, uma greve dos trabalhadores das empresas de distribuição, comércio, escritórios e serviços “pela conciliação da vida familiar com a profissional e pelo trabalho digno”