Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

BCP põe Bataglia em tribunal para cobrar €14 milhões

Helder Bataglia é administrador da Domuslisboa e um dos visados pela ação do BCP

tiago miranda

Banco colocou uma ação de execução contra Helder Bataglia, Luís Horta e Costa e Pedro Neto para cobrar dívida de 14 milhões de um projeto imobiliário na Polónia que nunca saiu do papel

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Isabel Vicente

Isabel Vicente

texto

Jornalista

Tiago Miranda

Tiago Miranda

fotos

Fotojornalista

O BCP avançou com uma ação em tribunal para cobrar uma dívida superior a 14 milhões de euros à empresa Domuslisboa, uma imobiliária controlada por Helder Bataglia e Luís Horta e Costa, ambos ligados à empresa que detém o empreendimento turístico Vale do Lobo. A ação de execução visa ainda Pedro Ferreira Neto, que entretanto se afastou da referida imobiliária.

Ao que o Expresso apurou, a ação de execução visa cobrar uma dívida relativa ao desenvolvimento de um projeto imobiliário na Polónia. Neste país a Domuslisboa tem participações nas empresas Immoinvest, Krakow City Park e Real Consulters. Embora sediada em Lisboa, a sociedade de Bataglia e Luís Horta e Costa vem gerando a quase totalidade da sua faturação fora de Portugal. Mas está em falência técnica, com capitais próprios negativos de mais de 6 milhões de euros.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)