Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Primeiro-ministro russo fala em “ataque terrorista”

Um aparato de segurança e meios de socorro teve de ser enviado para o centro da cidade de São Petersburgo. A rede de metropolitano foi totalmente encerrada após a explosão

Foto Anton Vaganov/ Reuters

A explosão, ocorrida entre duas estações do metro de São Petersburgo, matou pelo menos 9 pessoas. Último balanço fala também em 47 feridos

O balanço oficial está por fechar, mas pelo menos 9 pessoas morreram e 47 ficaram feridas após a explosão ocorrida esta segunda-feira no metro de São Petersburgo. Uma investigação foi aberta de imediato. O primeiro-ministro russo fala em “ataque terrorista”.

“Todos os feridos no ataque terrorista no metro de São Petersburgo vão receber todo o auxílio médico necessário. Todas as instruções foram entregues aos serviços de saúde e emergência. Os meus sentimentos estão com os amigos e familiares das vítimas da explosão. Esta é uma dor que é nossa”, disse o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, citado pela BBC.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)