Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Uma campanha para convencer os euroambivalentes

Sede da União Europeia em Bruxelas

Foto John Thys/AFP/Getty Images

Em tempos de incerteza e crise, União Europeia lança campanha para convencer os cidadãos que o bloco fez e continuará a fazer muito pelas pessoas. Portugal é considerado “ambivalente”

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

“Ambivalente”. É assim que Portugal (e mais 13 Estados-membros) é denominado em Bruxelas. Esclareça-se: o denominativo vale apenas para efeitos de uma grande campanha de informação e divulgação pública sobre a União Europeia que vai ser lançada no próximo mês de abril.

A constatação parte da verificação dos números do Eurobarómetro, segundo os quais Portugal é um dos países onde as pessoas, embora aderindo à UE, dizem que não estão bem informadas e querem saber mais sobre a União. Os outros Estados que também são considerados “ambivalentes” são a Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Espanha, Grécia, Finlândia, França, Hungria, Itália, Letónia, Holanda e Polónia. Cada um pelas suas razões, é claro.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)