Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Este sábado acaba-se o peixe português para o ano todo

Campanha alerta para necessidade de pescas e consumo mais sustentáveis

Luís Barra

O “dia D” está a chegar. A partir deste sábado, Portugal deixa de ter peixe para pescar. Na prática não será bem assim, mas é o que dizem as contas. É preciso gerir os recursos de forma sustentável para não esvaziar os mares, alerta a Plataforma de Organizações Não Governamentais Portuguesas sobre a Pesca

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

Este ano, o dia que marca simbolicamente o limite da autossuficiência das pescas em águas nacionais chega um mês mais cedo que em 2015. O dia “D” é este sábado, o que significa que se só consumíssemos o que pescamos nas nossas águas, não teríamos mais peixe para comer nos restantes nove meses do ano.

O alerta de que os recursos nacionais não dão para mais de três meses de consumo foi dado pela Plataforma de Organizações não Governamentais Portuguesas sobre a Pesca (PONG -Pesca), que assinala 1 de abril como “a data simbólica” em que se esgota o abastecimento de pescado local.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)pesacas