Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

E já lá vão 60!

A 25 de março de 1957, os ministros dos Negócios Estrangeiros assinavam em Roma os Tratados criando a Comunidade Económcia Europeia (CEE) e o Euratom

Foto AFP/Getty Images

O Tratado que fundou a União Europeia foi assinado há 60 anos, e a efeméride vai ser assinalada numa cerimónia no sábado, em Roma. Pretexto para uma conferência (entre muitas) sobre o “Ontem, hoje e amanhã” das Comunidades, hoje União Europeia e um dia... sabe-se lá o quê

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

Em primeiro lugar, há a perplexidade: estranho mundo este em que se faz uma celebração dos 60º aniversário da fundação da União Europeia (passando por cima que então eram apenas as Comunidades Europeias e os países eram seis) num cenário tão nublado da sua história, marcada pelo cansaço, a angústia e a imprevisibilidade, ao ponto de alguns lhe preverem um futuro curto.

E, depois, o enunciado das crises: o discurso populista e xenófobo que atravessa o continente, o fluxo de migrações, a crise propriamente dita do euro (melhor, da união económico-monetária, UEM), o Brexit, enfim, a desafeição dos povos face à Europa. “Hoje, estão presentes todos os ingredientes de uma guerra, o protecionismo, o nacionalismo e a corrida às armas”, como afirmou o embaixador Fernando Neves, ex-secretário de Estado dos Assuntos Europeus.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)