Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Aberto a sete chaves

ilustração Helder Oliveira

Dizem que existe, mas anda nas bocas do mundo. Há quem tenha obrigação de o manter e quem tenha o dever de o quebrar. A Justiça diz que lhe faz falta e os jornalistas queixam-se de que só atrapalha. No Arquivo Expresso desta quinta-feira republicamos o artigo sobre o segredo de Justiça (ou a falta dele...) publicado originalmente na revista do Expresso de 9 de maio de 2009

João Garcia (texto) Helder Oliveira (ilustração)

Naquele dia estavam duas pessoas estranhas na Rádio Altitude. Madalena Ferreira lia o noticiário das 10h30 quando se apercebeu disso. Através do vidro do estúdio viu dois homens, de pé, estranhamente parados, com ar de quem esperava alguém ou alguma coisa. Não os conhecia da estação, mas não lhe eram estranhos: sabia que eram polícias.

Terminado o serviço noticioso, soube que os dois visitantes estavam ali para apreender os papéis que acabara de usar na leitura do noticiário. Queriam levar os documentos e queriam levá-la a ela, pois, diziam, estava a ocorrer um crime continuado de violação do segredo de Justiça.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)