Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Votar pela primeira vez na direita é a única maneira que tenho de demonstrar a minha insatisfação. Por J. Rentes de Carvalho

A Holanda tem esta quarta-feira eleições legislativas nas quais a Europa inteira tem os olhos postos, para medir até que ponto vai o avanço da extrema-direita. J. Rentes de Carvalho, um português que vive há décadas no país, explica na primeira pessoa as razões pelas quais vota à direita

Texto J. Rentes de Carvalho

Talvez porque os costumes são brandos e escassos os motivos de excitação, no querido Portugal pouco é preciso para que o Carmo, a Trindade e as capelas adjacentes tremam nos alicerces, e com aborrecidas consequências ameacem cair sobre o responsável do abanão.

Acontece que, sem repudiar os princípios democráticos que defendo desde que ganhei consciência política, decidi que pela primeira vez iria esta quarta-feira votar num partido da direita, a única maneira que tenho de demonstrar a minha insatisfação pelo desempenho dos governantes neerlandeses durante as últimas décadas, os quais provam ter grande interesse pelos problemas internacionais, um intenso desejo de melhorar o mundo, e protegê-lo das calamidades climáticas e energéticas que ameaçam destruí-lo, ao mesmo tempo que, consequentemente, vão cortando nos subsídios daqueles que vivem no limiar da pobreza, na protecção e nos cuidados aos anciãos, sobrecarregando a classe média com o aumento de impostos, argumentando que o orçamento não comporta que ao mesmo tempo se cuide dos próprios cidadãos, e se satisfaça o que denominam compromissos da EU, mais umas quantas obrigações internacionais, mundiais, oceânicas, energéticas, e ainda a ajuda à luta contra a fome, aos países subdesenvolvidos, aos refugiados e aos palhaços corruptos que em certo países africanos desempenham o papel de presidentes da república.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)