Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Revelação. F-16 intercetaram mais de 20 aviões suspeitos em 2016

Dos 30 caças F-16 operados pela Força Aérea, dois estão 24 horas por dia, 365 dias por ano, prontos a descolar em missões de defesa do espaço aéreo português ou sob jurisdição portuguesa

António Pedro Santos / Lusa

É uma faceta menos visível a que a Força Aérea deu agora um número. Durante o ano passado, por 21 vezes, parelhas de F-16 defenderam o espaço aéreo sob jurisdição nacional descolando ao encontro de aeronaves suspeitas

Carlos Abreu

Os F-16 da Força Aérea Portuguesa (FAP) descolaram, durante ao ano passado, por 21 vezes ao encontro de aeronaves que tiveram de ser identificadas e reconhecidas quando sobrevoavam espaço aéreo sob jurisdição nacional. Este número, jamais revelado pela FAP, por exemplo nos relatórios de gestão que publica todos os anos, foi avançado esta manhã durante a visita do Presidente da República ao Comando Aéreo, localizado no alto de Monsanto, junto a Lisboa.

Durante a apresentação a cargo do diretor de operações aéreas, brigadeiro-general Paulo Mateus, que decorreu no centro de operações do único bunker existente em Portugal, não foram revelados mais detalhes sobre este tipo de missões, tendo sido apenas referida, a título de exemplo, a interceção de aeronaves russas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)