Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

PCP e BE: fecho de balcões não pode ser "contrapartida" de plano de recapitalização

Os partidos já questionaram o Governo sobre o encerramento de balcões da CGD em várias freguesias do país, embora ainda não haja uma lista definitiva das agências que vão fechar

Luis Barra

Partidos de esquerda fazem avisos. Sindicato dos trabalhadores da CGD desconhece lista de balcões que vão encerrar e sublinha que o principal critério para os escolher vai ser “o peso do negócio” de cada agência e não a necessidade que representem para as populações. No despedimento de 2500 trabalhadores vê “um impacto dramático”

PCP e Bloco de Esquerda reafirmam as suas posições: não concordam com o encerramento de balcões ou despedimento de trabalhadores na Caixa Geral de Depósitos (CGD) e já questionaram o Governo. Contudo, não dizem se vão ou não dar mais algum passo.

“O Bloco vê com preocupação as notícias que dão conta da intenção de encerrar alguns balcões, questionou já o Governo sobre esta matéria e não deixará de reafirmar o que sempre disse: o despedimento de funcionários ou o encerramento de balcões não podem servir de contrapartida à necessária recapitalização pública da CGD”, diz fonte oficial do BE ao Expresso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)