Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O futuro do Parlamento: um site renovado e perfil nas redes sociais

MARCOS BORGA

Ainda tudo está em discussão, mas o objetivo é este: tornar o Parlamento mais digital. Uma das metas? Trazê-lo para as redes sociais - algo que ainda não acontece atualmente - e o modelo a seguir é o do Parlamento Europeu, que tem perfil em quase todas as redes. Diminuir o que separa os cidadãos da Assembleia da República é o objetivo final

Foi em 1996 que o parlamento português teve um site pela primeira vez. Era uma página com uma série de ligações para outras páginas e como imagem de fundo via-se a fachada da Assembleia da República repetida várias vezes.

Havia uma ligação para uma página com informação sobre o Parlamento, outra para a lista de deputados em funções e para a Constituição e ainda uma outra página com uma mensagem escrita à mão pelo então presidente da Assembleia, o socialista António de Almeida Santos, a dar as boas-vindas a quem viesse consultar o site, referindo-se à Internet em maiúsculas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)