Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Presidente dos socialistas europeus: “A esquerda agora tem mãos livres”

josé carlos carvalho

Gianni Pittella, presidente do grupo dos socialistas e democratas europeus (S&D) e candidato (derrotado) à presidência do Parlamento Europeu, veio a Portugal conhecer de perto a experiência inédita de Governo de António Costa, a “geringonça”. Em entrevista ao Expresso, considera que ela não é “exportável”, mas foi uma grata surpresa para os socialistas europeus. E diz que pretende alargar a aliança dos socialistas ao conjunto da esquerda

José Carlos Carvalho

José Carlos Carvalho

fotos

Fotojornalista

Acabou a grande coligação com o Partido Popular Europeu (PPE). O que se segue agora?
Não era uma grande coligação, mas uma cooperação legislativa. Recuperámos a nossa autonomia e cooperaremos daqui para a frente com os Verdes e os partidos do grupo da Esquerda Unitária (GUE), Democratas e outras forças pró-europeias.

Isso significa que os socialistas europeus viraram à esquerda?
Significa que temos agora mãos livres. Daremos respostas mais progressistas aos nossos eleitores, já que a cooperação com o PPE e os Liberais deu algumas respostas positivas, mas muitas vezes obrigou-nos a ceder nos nossos princípios e prioridades principais. Não queremos mais isso, mas sim avançar com o nosso programa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)