Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Novo aeroporto: “O país já estudou o que tinha a estudar. Agora tem de decidir”

Luis Barra

Depois “das centenas de horas” que passou a ler “estudos” sobre onde deveria ser localizado o novo aeroporto de Lisboa, António Costa assegura que o Montijo é a “solução viável”. No dia em que o Governo e a ANA assinaram um memorando de entendimento para a expansão da capacidade aeroportuária. Está prevista a criação de 20 mil novos postos de trabalho, numa infraestrutura que será “integralmente suportada através das receitas aeroportuárias”. Marcelo até já sugeriu um nome

Está dado o primeiro passo para a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa. Esta quarta-feira, o Governo e a ANA - Aeroportos de Portugal assinaram um memorando de entendimento para a construção de um aeroporto que pretende corresponder às necessidades do país. Segundo os dados apresentados, a capacidade de transporte aéreo da região de Lisboa será duplicada, passando a movimentar “72 aviões por hora” e “transportar 50 milhões de passageiros por ano”.

“O país já estudou o que tinha a estudar. Agora tem de decidir o que tem de decidir”, disse António Costa numa cerimónia no aeroporto Humberto Delgado. “Embora no passado houvesse outras soluções, hoje temos de decidir o que é compatível com as condições económicas e condições financeiras do país. Este aeroporto no Montijo é a solução que apresenta melhor viabilidade”, acrescentou.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)