Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Tenho fé que Donald Trump não seja um novo Hitler”

PREOCUPAÇÃO Yiossuf Mohamed Adamgy nasceu no norte de Moçambique há 66 anos. Vive em Portugal desde 1977 e, como a maior parte dos islâmicos portugueses, é muçulmano sunita. Fundou a revista “Al Furqán” em 1981

josé caria

Para Yiossuf Mohamed Adamgy, o diretor da “Al Furqán” — uma das principais revistas da comunidade muçulmana portuguesa —, o Presidente Donald Trump está a ignorar que os EUA foram construídos “nas costas dos muçulmanos”. E não acredita que o decreto “ilegal e discriminatório” que proíbe a entrada no país de pessoas de sete países muçulmanos durante 90 dias venha a travar o terrorismo. “O terrorismo não conhece nacionalidades: tanto pode ser islâmico como asiático ou americano.” Um depoimento na primeira pessoa

Texto Yiossuf Mohamed Adamgy (depoimento recolhido e editado por Hugo Franco), José Caria (foto)

O decreto de Donald Trump que impede a entrada de muçulmanos oriundos de sete países, bem como de refugiados, é ilegal, discriminatório e um ataque direto ao Islão. O Presidente norte-americano ignora que os muçulmanos fazem parte da América desde a sua fundação. Um terço dos escravos da América era muçulmanos. Os Estados Unidos foram praticamente construídos nas costas dos muçulmanos. As contribuições dos muçulmanos para a História da América foram muito importantes. E mais. A cópia do Corão do Presidente Thomas Jefferson tem assento na biblioteca do congresso americano, o que mostra a importância do pensamento muçulmano na fundação do país.

Trump, como Presidente dos EUA, é responsável por todos os americanos, independente das suas crenças e raças. Tem de garantir liberdade e justiça para todos. Se não o fizer, irá criar mais radicalismos e também incidentes diplomáticos, como foi o caso recente do parlamentar britânico conservador, Nadhim Zahawi, que lembrou que também ele foi afetado pelo decreto: ele e a mulher não poderão entrar nos EUA pois nasceram no Iraque, embora tenham passaporte britânico. O mundo inteiro está contra estas políticas de Donald Trump. Só os mais conservadores estão do lado dele.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)