Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Manuel da Silva Passos, perdão, Passos Manuel, é o próximo português a ir para o Panteão

No dia 9 de setembro, os deputados portuenses liderados por Passos Manuel, desembarcaram em Lisboa para protestarem contra a situação calamitosa do país. Foi o início da Revolução de Setembro

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

PASSOS MANUEL Será o próximo português a ir para o Panteão para assinalar 200 anos de Constitucionalismo em Portugal

Passos Manuel, que no assento de batismo se chamava Manuel da Silva Passos, poderá ser o próximo português a ser trasladado para o Panteão Nacional. A proposta de homenagem ao líder da Revolução de Setembro que foi deputado e ministro do Reino, foi inicialmente feita pela Academia Portuguesa de Belas-Artes na anterior legislatura. Assunção Esteves, à data presidente da Assembleia da República, chumbou a ideia, alegando falta de verba.

O seu sucessor, Eduardo Ferro Rodrigues, decidiu recuperar a proposta da Academia que tinha sido chumbada pela sua antecessora. Ferro, que já está a pensar nas celebrações dos 200 anos de Constitucionalismo em Portugal [1820 − 2020], promoveu a discussão do assunto há duas semanas, na última reunião de conferência de líderes da Assembleia da República. Comprometeu-se em encontrar uma solução, como disse ao Expresso fonte do seu gabinete: “Esta questão será abordada no âmbito das comemorações dos 200 anos do início do constitucionalismo (1820).”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)