Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Graças a Deus sou tão sereno”

PRELATURA. O fundador do Opus Dei foi santificado e o novo prelado, Fernando Ocáriz, será o primeiro líder da Obra a não ter trabalhado diretamente com Josemaria Escrivá (na foto) Paolo Cocco/REUTERS

Paolo Cocco/REUTERS

Uma medalha de Maria e uma ponte tentam aproximar duas formas distintas de viver a Igreja. O Papa nomeou o novo líder do Opus Dei e foi assim, suavemente, que Francisco e Fernando começaram a relação que vai confrontar o Pontífice e o responsável pela Obra

Um homem que aceita descrever o seu sentimento de orfandade e a solidão de quem dedicou a vida à religião. Que partilha o que sentiu na intimidade quando assistiu às últimas horas de vida do seu mestre. Foi um homem assim, espantosamente tranquilo, o escolhido para liderar um dos mais controversos movimentos da Igreja Católica.

Monsenhor Fernando Ocáriz é, desde o início desta semana, o novo prelado do Opus Dei. Alguém que prefere falar em pontes, seguindo a linguagem do Papa Francisco, e sublinhar o que pode unir alguns dos fiéis mais conservadores da Igreja católica a um dos seus pontífices mais irreverentes.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)