Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Fundo Monetário Europeu: PSD acusa Costa de vir atrasado um ano

MARCOS BORGA

António Costa acaba de defender a criação de um Fundo Monetário Europeu, proposto por Passos Coelho em maio de 2015. PSD “estranha” e lamenta que o Governo tenha “perdido um ano”

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

Se queria defender a criação de um Fundo Monetário Europeu (FME), António Costa “perdeu um ano”. É assim que o PSD reage à proposta anunciada terça-feira pelo primeiro-ministro e que segue a linha do que Passos Coelho já havia defendido, em maio de 2015, quando estava no Governo.

“Estranho dizer isto agora quando durante todo o ano de 2016, em inúmeras ocasiões em que o PSD o desafiou a apoiar a nossa proposta, desvalorizou ou não disse nada. Foi de uma total indiferença”, afirma ao Expresso o deputado do PSD Miguel Morgado. “Perdeu um ano em que podia estar a defendê-la e não o fez”, acrescenta, criticando “os contornos muito vagos” em que se referiu a um futuro FME.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)