Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Tensão sobre ERC. PS recusa aprovar nomes propostos pelo PSD e adia eleições

gonçalo rosa da silva

A eleição dos quatro membros propostos pela Assembleia da República para o conselho regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) estava agendada para quinta-feira. Mas PS contesta escolhas do PSD, nomeadamente a mulher do ex-assessor de Cavaco Fernando Lima. Eleição foi adiada e não tem nova data

O mandato do atual conselho regulador da ERC, presidido por Carlos Magno, terminou no início de novembro, mas passados mais de dois meses ainda não há solução para a nomeação da nova equipa. O impasse deveria ser ultrapassado esta semana, com a eleição dos quatro membros propostos pela Assembleia da República para o conselho regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), agendada para quinta-feira. Mas a inexistência de acordo entre PS e PSD sobre os nomes propostos pelos sociais-democratas obrigou ao cancelamento da votação.

Ao Expresso, a socialista Edite Estrela, presidente da Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, recusou comentar as conversações em curso entre os dois partidos. Mas assumiu o mais que provável adiamento da votação que estava prevista para o plenário de quinta-feira. “A Comissão não tem indicação oficial de qualquer nomeação, nem tem agendadas as respetivas audições. Donde se pode concluir que será impossível haver votação na quinta-feira”, resumiu.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)