Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Fugir ao acaso em Lisboa com 200 euros no bolso

BARREIRA. Vedação por onde saltaram os dois argelinos, junto à Segunda Circular, “está em boas condições e tem até arame farpado”. Mas não impediu mais uma fuga

Os dois argelinos que fugiram quinta-feira do aeroporto de Lisboa foram detidos - um vai mesmo ser expulso. É o quarto caso de fuga de cidadãos magrebinos no aeroporto de Lisboa nos últimos seis meses. Voos de risco vêm de Marraquexe, Casablanca e Argel. São várias as falhas de segurança apontadas

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Um dos dois argelinos estava a falar ao telemóvel quando foi abordado por agentes da investigação criminal da PSP, às 00h30, junto às bilheteiras da Gare do Oriente, em Lisboa. Desligou a chamada de imediato assim que se apercebeu de que tinham sido apanhados, oito horas depois da fuga do aeroporto Humberto Delgado.

Os agentes perguntaram, em francês, com quem estava ao telefone mas nenhum dos homens, um de 23 e o outro de 26 anos, quis responder. “Fecharam-se em copas desde o primeiro minuto, mas nunca resistiram à detenção”, revela ao Expresso uma fonte próxima da investigação.

Para a polícia foi fácil identificar Mohamed Mechani e Hichem Guellil já que tinham consigo os passaportes e os bilhetes do voo proveniente de Casablanca com direção a Argel, e que fez escala em Lisboa ao início da tarde desta quinta-feira.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)