Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Tribunal de Contas deteta €100 milhões de contratos não declarados nos hospitais

GARCIA DE ORTA. No hospital de Almada houve 20 contratos não enviados ao Tribunal de Contas

ana baião

Auditoria conclui que em 2013 e 2014 sete hospitais públicos falharam a obrigação de submeter os seus contratos à fiscalização prévia do Tribunal de Contas. Presidentes das entidades em causa podem ser multados

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O Tribunal de Contas auditou sete hospitais públicos e nessa monitorização verificou que entre 2013 e 2014 houve 85 contratos que deviam ter sido submetidos ao tribunal para obtenção de visto prévio mas não foram. Em causa estão procedimentos que implicaram uma despesa em torno dos 100 milhões de euros.

O relatório da auditoria focada nos procedimentos de contratação pública das unidades de saúde do sector empresarial do Estado foi publicado esta terça-feira pelo Tribunal de Contas, que nota que “a execução financeira dos contratos que não foram submetidos a fiscalização prévia do Tribunal de Contas quando a isso estavam obrigados é suscetível de gerar responsabilidade financeira sancionatória para os presidentes dos conselhos de administração”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)