Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Médicos do SNS vão ganhar mais nas Urgências. E os ‘tarefeiros’ são para acabar

Nuno Botelho

Modelo de pagamento em estudo deverá incluir a “revalorização” das horas extraordinárias, cortadas para metade durante a presença da troika. Ministro da Saúde dá autonomia aos centros de saúde e hospitais para gerirem as férias dos profissionais durante a época festiva

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

Utilizar sempre primeiro os recursos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem sido a palavra de ordem do atual Governo e há mais uma medida em preparação para levar à prática a teoria governativa. Os médicos dos hospitais públicos vão ser mais bem remunerados pelo trabalho na Urgência.

O ministro da Saúde revelou ao Expresso que o incentivo deverá passar pela “revalorização das horas extraordinárias”, alvo de um corte de 50% durante o programa de assistência financeira. “O que estamos a trabalhar com o Ministério das Finanças é um modelo que seja neutro do ponto de vista orçamental mas que permita aos hospitais pagarem diferentemente aos médicos do quadro”, adiantou. O montante está a ser estudado e “poderá ser um valor durante o primeiro semestre e outro nos seguintes, por exemplo”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)