Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Daniel Adrião sobre o PS: “Ou os partidos do sistema mudam ou morrem a prazo”

Ex-opositor de António Costa colabora na revisão de estatutos do partido. “Há gente em Portugal a ocupar cargos políticos há mais tempo que o Salazar”, diz o socialista, em entrevista ao Expresso Diário, insistindo em eleições primárias para todas as candidaturas. “Os partidos precisam de um banho de cidadania”

Adriano Nobre

Adriano Nobre

texto

Jornalista

José Caria

José Caria

foto

Fotojornalista

Daniel Adrião apresentou uma moção global de estratégia no último congresso

Daniel Adrião apresentou uma moção global de estratégia no último congresso

josé caria

Daniel Adrião defrontou António Costa no último congresso com uma moção que defendia, entre outras coisas, eleições primárias abertas a simpatizantes do PS para escolher todos os candidatos do partido a cargos políticos: secretário-geral, deputados, presidentes de câmara, Parlamento Europeu ou presidentes dos Governos regionais da Madeira e Açores. Agora, integra, a convite de Costa, uma comissão que propõe rever os estatutos do partido.

O movimento que criou, intitulado “Resgatar a Democracia”, tem cerca de 10 mil seguidores nas redes sociais e o objetivo de corrigir o “absurdo” de ter “um sistema político completamente divorciado dos cidadãos, que não se sentem minimamente representados”. Porque, diz, o facto de os deputados portugueses já representarem menos de 50% dos eleitores coloca em causa a própria sobrevivência do PS. E dos restantes partidos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)