Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A medicina uniu-os, a Octapharma fundiu-os

SANGUE. Luís Cunha Ribeiro chegou a ser monitor de Lalanda Castro na faculdade de Medicina da Universidade do Porto

NUNO BOTELHO

Luís Cunha Ribeiro e Lalanda de Castro conheceram-se nos bancos da faculdade de Medicina do Porto, mas só muito mais tarde se cruzaram os seus destinos

Há uma ligeira diferença de idade entre Cunha Ribeiro, ex-presidente do INEM e da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, detido em Lisboa, e Lalanda e Castro, o administrador da Octapharma hoje detido em Heidelberg, na Alemanha, no âmbito da operação O Negativo, que investiga suspeitas de corrupção no fornecimento de plasma sanguíneo ao Estado português.

Embora escassa, aquela diferença etária foi bastante para Cunha Ribeiro ter sido monitor de Lalanda na Faculdade de Medicina do Porto nos finais dos anos de 1970, durante a breve passagem por aquela instituição do futuro profissional da indústria farmacêutica.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)