Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Guilherme, o curioso

VENCEDOR Guilherme Figueiredo ganhou a segunda volta das eleições para bastonário dos advogados

Desde sempre envolvido em movimentos culturais e espaços de reflexão sobre o saber contemporâneo, o novo bastonário da Ordem dos Advogados é também poeta com obra publicada

Há quase um mês, uns dias depois de disputada a primeira volta das eleições para bastonário da Ordem dos Advogados, encontrámo-nos com Guilherme Figueiredo no seu escritório na rua de Sá da Bandeira, no Porto, mas para falar de Miguel Veiga, acabado de falecer. Agora já se sabe que Guilherme venceu ontem as eleições e derrotou Elina Fraga, a bastonária que recebera o apoio de Marinho Pinto. Naquela tarde tratou-se apenas de uma conversa longa, com Veiga em fundo e poesia à superfície.

Eram amigos de longa data, de muitas tertúlias e por estarem cativos de uma paixão comum: a poesia. Se a Miguel Veiga, e ao contrário do que poderia pensar-se, não escapava o conhecimento do trabalho, nem mesmo dos mais jovens dos jovens poetas, Guilherme Figueiredo acrescenta a isso a circunstância de em geral procurar conhecê-los pessoalmente. Partilha com eles conversas de todo o tipo, como o faz com pintores, escritores, atores, cineastas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)