Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Costa pressionado à esquerda e à direita na banca

Luis Barra

Parceiros na 'geringonça' atacam Paulo Macedo. BE vai agendar debate sobre plano de reestrururação da CGD para janeiro. PCP insiste na integração do Novo Banco na esfera pública

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

Se há matéria onde António Costa está mais isolado é na banca. O debate quinzenal desta quarta-feira no Parlamento evidenciou as críticas do PSD e do CDS à forma como o Governo lidou com o dossiê CGD mas também a distância que vai do PS ao BE e ao PCP, quando se trata de sistema financeiro.

Pedro Passos Coelho e Assunção Cristas fustigaram António Costa sobre a polémica demissão de António Domingues, arrancando-lhe uma frase surpreendente ("Se acho estranho [a demissão]? Acho"), mas a coordenadora do BE, Catarina Martins, e o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, não saíram totalmente em socorro do primeiro-ministro. Embora mais contidos sobre a CGD (os partidos de esquerda consideram que PSD e CDS estão a atacar o banco público para o fragilizar e mais tarde privatizá-lo), aproveitaram para deixar bem vincadas as preocupações em matéria de banca.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)