Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Portugal é o país onde mais alunos chumbam pelo menos duas vezes

Além de ter uma das mais altas taxas de retenção no ensino básico, Portugal é recordista na percentagem de alunos que repetem reprovações. E é também um dos países onde os jovens mais desfavorecidos mais são penalizados pelos chumbos, mostra o último estudo do PISA. Reter alunos não só é “ineficiente”, como é “injusto”, diz ao Expresso Diário o responsável máximo pelo PISA, Andreas Schleicher

Tal como o ministro da Educação, também a OCDE não acredita nas vantagens de chumbar um aluno como forma de recuperar e vir a aprender melhor no futuro. Não é só porque a sua eficácia está por provar e porque traz consequências negativas para a atitude dos alunos em relação à escola, aumentando o risco de abandono, lembram os técnicos da organização, citando várias investigações.

A questão, reforçam, é que este mecanismo também acaba por funcionar como uma dupla penalização junto de jovens que já partem em situação desfavorável. E em Portugal chumba-se muito e várias vezes.

Vamos aos números. Nos questionários do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA, no acrónimo em inglês) a que os alunos tiveram de responder depois de acabarem de fazer os testes, foi-lhes perguntado se já tinham chumbado alguma vez, se sim quantas e em que ciclo de escolaridade.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)