Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Costa irritado com Domingues

José Caria

Sem o dizer explicitamente, Governo e PS (além dos parceiros) ficaram aliviados com a demissão do presidente da Caixa Geral de Depósitos. Já criava mais problemas do que resolvia. O próprio primeiro-ministro já estaria irritado com a indefinição de António Domingues

Se fosse possível traduzir em som a reação do Governo após o anúncio da demissão de António Domingues seria um imenso “Uff!”. Depois de resolvidos os problemas intrínsecos do banco público, as questões paralelas suscitadas em torno da administração estavam a causar um enorme e desgastante ruído, que ameaçava a própria ação do Governo. Ao ponto de muita gente, no Executivo e no Parlamento, admitir que “se era para ser assim, já devia ter sido antes”.

O próprio primeiro-ministro teria ficado bastante irritado com o presidente da Caixa Geral de Depósitos, que há duas semanas comunicara às Finanças que iria entregar a declaração de património e rendimentos. Terá sido aliás essa sua intenção que terá levado António Costa e o próprio Presidente da República a pensar que Domingues acabaria por se manter no cargo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)