Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Sabe quais são as escolas que mais ajudam os alunos a melhorar? Agora vai ser possível

EXAMES. Mais do que olhar para as médias absolutas e pôr todas as escolas no ‘mesmo saco’, o Ministério defende que apenas se comparem alunos com pontos de partida semelhantes. Só assim se consegue avaliar a mais-valia adicionada por cada estabelecimento de ensino, sustenta

ALBERTO FRIAS

Ministério divulga indicador que permitirá fazer novos rankings das secundárias. Porque mais importante do que olhar para as médias finais de alunos que já são bons, é saber se as escolas ajudaram a melhorar o seu desempenho, considera

Não é que a atual equipa do Ministério da Educação seja uma adepta dos rankings das escolas, que são construídos e divulgados todos os anos pelos órgãos de comunicação social a partir das médias dos exames nacionais por estabelecimento de ensino. Mas se as comparações irão sempre ser feitas, então que sejam disponibilizados cada vez mais indicadores que permitam “comparar o que é comparável”.

E que não ponham ‘no mesmo saco’ estabelecimentos de ensino que são frequentados por alunos que lá chegam sem dificuldades e lutam por notas 20 e outros cuja primeira missão é garantir, por exemplo, que ninguém chumbe. Até porque, lembra o secretário de Estado da Educação, João Costa, o trabalho de recuperação feito por este segundo grupo de escolas é eventualmente bem mais complicado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)