Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Megaoperação europeia que envolve Portugal apanha 580 “mulas” a lavar dinheiro na internet

Caça ao “money muling” da unidade de cibercrime da Europol levou à detenção de 178 pessoas envolvidas em esquemas online de branqueamento de capitais. É a segunda grande operação na Europa em menos de um ano

No mundo do crime, além das ‘mulas’ de droga existem as ‘mulas’ de dinheiro. A expressão é ainda pouco usada porque o fenómeno é mais recente do que os típicos correios de estupefacientes. Uma ‘mula’ de dinheiro é um correio humano usado para despistar transferências de dinheiro internacionais com origem em atividades criminosas, que em 90% dos casos acontecem na internet: phishing, ataques de malware, fraudes em compras online, clonagem de cartões de crédito e outras práticas do género.

Uma mega-operação desencadeada na semana passada pelo Centro Europeu de Cibercrime (EC2) da Europol, em coordenação com as autoridades judiciais de 18 países europeus, o FBI e os serviços secretos norte-americanos, levou à detenção de 178 pessoas suspeitas de terem desviado 23 milhões de euros.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)