Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Vivemos tempos desalmados”

MIGUEL VEIGA. Celibatário famoso, casou-se tarde. “A minha mulher é a pessoa mais bem educada que conheci. Nunca quis entrar em terrenos meus sem pedir licença”, contou ao Expresso

rui duarte silva

Cofundador do Partido Popular Democrático, o advogado portuense faleceu ao fim desta manhã, aos 80 anos. Em 2013, deu uma entrevista de vida ao Expresso, que agora republicamos, numa altura em que continuava a cultivar a paixão pela pintura, pelos livros, pelos amigos e pelas mulheres

Fez da vida um permanente estado de graça. Sempre viveu na Foz, no Porto, na casa onde nasceu, debruçada sobre o Atlântico. Não se dizia rico, mas reconhecia ter tido uma existência privilegiada. Feita de causas, de lutas, de paixões e muitas seduções.

Porque decidiu empurrar Rui Moreira para uma candidatura à Câmara do Porto?
Conheço-o há anos e reconheço-lhe as capacidades que exijo para um presidente da câmara. É um homem com espessura e rigor, conhece muito bem os meandros da política, dos negócios, e sobretudo os problemas do Porto, sobre os quais tem ideias. Como nenhum dos outros candidatos dos aparelhos partidários tem estas qualidades, entendi que era ocasião para haver um grupo de cidadãos que, na sua qualidade de portuenses independentes e autónomos, se aventurassem no risco de propor uma candidatura fora dos aparelhos. Independentemente dos resultados, que esperamos que sejam bons, entendo que a única maneira da sociedade civil procurar a regeneração dos partidos é com movimentos exteriores aos próprios partidos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)