Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Emissões de CO2 estabilizaram, mas é cedo para cantar vitória

POLUIÇÃO. Cenário de uma zona industrial no nordeste de França, em 2013

PHILIPPE HUGUEN/AFP

Pelo terceiro ano consecutivo, as emissões de dióxido de carbono (CO2) estabilizaram no mundo inteiro. O fecho de centrais a carvão na China contribuiu para estes resultados. Mas não chega para atingir os objetivos do acordo de Paris

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

A notícia foi recebida com entusiasmo moderado na Cimeira do Clima, que decorre em Marraquexe, em Marrocos. As emissões de dióxido de carbono (CO2) a nível mundial quase não subiram pelo terceiro ano consecutivo, segundo os dados mais recentes do Global Carbon Project, que agrega mais de meia centena de cientistas de vários países na monitorização global das emissões industriais.

O estudo, divulgado durante os trabalhos da 22ª conferência das partes das Nações Unidas (COP22), indica que em 2016, as emissões de CO2 aumentaram apenas 0,2% face às do ano anterior, seguindo a tendência registada desde 2014. No artigo publicado na revista científica Earth System Science Data, os investigadores consideram possível que “a trajetória se tenha desviado permanentemente da tendência de crescimento rápido de longo prazo”, em contraste com a tendência da década anterior, que revelou um crescimento médio anual de 2,3%

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)