Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Administração Trump: um espetáculo de figuras públicas

getty

Chegou a hora do futuro Presidente americano oferecer cargos. O Expresso falou com um dos alegados felizardos e anuncia regressos à ribalta de gente que marcou, para o bem ou para o mal, a política americana nos últimos anos

A baixa da cidade de Nova Iorque intitula-se o cruzamento do mundo. Pessoas de toda a parte, rebuliço permanente e muita farra. Por outro lado, o norte do estado que oferece o nome à maior cidade americana gosta de ser conhecido como o local que o mundo esqueceu.
Comunidades agrícolas, republicanas, armadas e que querem ser deixadas em paz, nomeadamente pelo Estado, visto como um empecilho à liberdade individual. Por ali, o movimento ultraconservador Tea Party, com a sua agenda pró-vida, anti-gay e crítica da Obamacare, tem galgado terreno desde as eleições intercalares de 2010.

Não admira, portanto, que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, tenha visitado a região várias vezes durante a campanha eleitoral, sempre acompanhado pelo congressista Chris Collins, representante do gigantesco distrito eleitoral 27, que se estende dos subúrbios endinheirados de Buffalo até aos arredores de Rochester.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)