Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Com menos observadores, as minorias assustam-se

HORA DA VOTAÇÃO. Norte-americanos a votar hoje, no estado do Colorado

EPA/BOB PEARSON

O Departamento de Justiça tem 500 supervisores em apenas 28 dos 50 estados, menos 250 do que em 2012. A culpa é do Supremo Tribunal e teme-se que a redução afete o direito de voto das minorias. Hoje os norte-americanos ficam a saber quem sucede a Obama na Casa Branca

O Supremo Tribunal americano decidiu em 2013 que a discriminação contra o direito de voto das minorias era coisa do passado, o que levou o Departamento de Justiça (DOJ, sigla em inglês) a reduzir em um terço o número de observadores para as eleições presidenciais de hoje.

Restam 500 desses indivíduos para 28 estados. Nos outros, são as autoridades locais que zelam por aquele direito universal, o que pode ser problemático, principalmente no sul do país, depois de várias tentativas no passado de supressão do voto das minorias afro-americana e hispânica, que por norma escolhem o Partido Democrata.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)