Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Uma arma é só um bocado de metal - até alguém lhe fazer alguma coisa”

ARMAS. A estimativa sobre o número de armas disponíveis nos EUA está à volta dos 360 milhões, um valor superior ao número de habitantes do país

John Moore/ getty images

Kimberly Morin é uma entre milhões de norte-americanos que orgulhosamente possuem armas. Para os defensores arrebatados da Segunda Emenda, as verificações propostas por Hillary Clinton nesta campanha soam como ataque ao direito de porte de arma

Cátia Bruno

Cátia Bruno

Jornalista

Este texto é o oitavo de uma série que o Expresso está a publicar sobre os swing states (estados imprevisíveis e decisivos na eleição). Para ilustrar cada um dos nove estados, escolhemos um tema que marca a região − e o país − e um entrevistado para nos falar sobre ele

Ao contrário de muitos norte-americanos, Kimberly Morin não cresceu rodeada de armas. Foi já adulta que pegou pela primeira vez num revólver, incentivada pelo sogro. Daí para a frente, as armas passaram a ser uma parte tão importante da sua vida que pesaram na decisão de de se mudar do estado do Massachusetts para o New Hampshire: “No Massachusetts somos tratados como criminosos e é-nos tirado aquilo que nos protege dos criminosos. Eu tinha de dar as minhas impressões digitais só para me poder proteger”, comenta Kimberly indignada, referindo-se às leis de controlo de armas mais apertadas do estado.

Esta jornalista e defensora aguerrida do porte de armas é hoje a presidente da Women’s Defense League (Liga de Defesa das Mulheres) do New Hampshire, uma organização que treina mulheres que nunca usaram uma arma a aprenderem a disparar. Sendo um estado da costa leste, com níveis de rendimento e educação muito acima da média nacional, o New Hampshire não corresponde ao estereótipo dos locais onde o interesse pelas armas é maior no país. No entanto, metade dos residentes do estado vivem em casas onde há armas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Compra de armas em crescendo a poucos dias das eleições

    Vendedores dizem que muitos defensores da venda livre de armas de fogo ao público temem uma vitória de Hillary Clinton e a consequente aprovação de mais restrições à posse de armas. A apenas quatro dias do fim da corrida à Casa Branca, a democrata e o rival republicano estão numa disputa renhida