Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Com a vitória de Clinton à vista, discute-se o futuro dos que criaram o “Frankenstein Trump”

FOTO EPA PETE MAROVICH

A aposta de Donald Trump numa retórica de fraude eleitoral está a trazer-lhe alguns ganhos desde o último debate com Hillary Clinton, mas não o suficiente para reverter as previsões de que vai sair derrotado a 8 de novembro. Analistas consultados pelo Expresso dizem que as atenções estão agora focadas nos cenários pós-presidenciais, em particular sobre o futuro do Partido Republicano face à campanha “divisiva e tóxica” do seu candidato

Era preciso que Clinton tivesse tido uma performance desastrosa no último debate para virar a maré, dada a crescente aversão pública a Trump”, diz Robert Hayashi, historiador especializado em eleições norte-americanas da Universidade de Amherst. Depois do frente a frente entre os dois principais candidatos à Casa Branca na semana passada, a derrota do republicano a 8 de novembro continua a ser dada como certa pela maioria das sondagens, embora alguns dos inquéritos de opinião conduzidos no rescaldo desse encontro mostrem que a ideia de uma mega fraude eleitoral em curso está a ressoar junto de muitos eleitores republicanos.

Quando o moderador do último debate lhe perguntou se vai aceitar o resultado mesmo que não lhe seja favorável, Trump recusou dar quaisquer garantias e disse que vai manter o "suspense" até à ida às urnas. Três dias depois, num comício em Cleveland, no Ohio, foi mais além: se a alegada fraude que tem congeminado nas cabeças dos seus apoiantes for cometida a seu favor, não haverá problemas. “Se calhar vão votar a favor de Trump, não sei, se calhar. Não devia estar a dizer isto”, declarou às centenas de apoiantes da cidade. ”Se calhar vão votar em Trump. Tudo bem, vamos esquecer isto tudo. É OK se eles fizerem isso.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)