Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Isaltino: “Os amigos que tenho hoje vivem todos melhor do que eu. É uma maravilha!”

NO PRELO. Isaltino Morais, durante a entrevista, na qual revelou ter dois livros em preparação

alberto frias

Isaltino Morais diz que Oeiras quer que ele volte, mas para já não abre o jogo sobre os passos que vai dar. Critica a deriva neoliberal do PSD de Passos e avaliza em muitos pontos o trabalho do atual Governo. Destes e de outros temas fala o ex-autarca ao Expresso, no semanário deste sábado, no regresso de uma página histórica do jornal: o “Almoço no Pabe”. O cardápio foi extenso, e o Expresso Diário oferece hoje pratos que ficam de fora da edição em papel

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Paulo Paixão

Paulo Paixão

texto

Jornalista

Alberto Frias

fotografias

Fotojornalista

Isaltino fala de forma solta sobre a sua nova vida, de consultor e de “trader”. Conta que prepara dois livros (depois de no ano passado ter publicado “A Minha Prisão - E se acontecesse consigo?”, em que relata os 429 dias de cárcere).

A primeira obra em carteira já estava anunciada - será sobre “política, contando histórias que não são conhecidas”. A novidade surgiu entretanto (será a sua defesa “técnica”, do processo judicial) e tomará a dianteira nos escaparates, com lançamento previsto para o primeiro trimestre de 2017. Curiosamente, é a data limite para dizer se avança ou não para Oeiras. Excertos de uma longa conversa, de duas horas e meia.

Na prisão ganhou amizade de “homens comuns”...
Mudei um bocadinho as minhas relações sociais. Por força das circunstâncias, estabeleci relações com pessoas diferentes do ponto de vista social. Hoje tenho um relacionamento mais rico do que tinha. Estava muito confinado à política.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)