Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Rede das cartas de condução ocultou multas de trânsito a grande empresas

  • 333

SUSPEITAS Em causa estão crimes de corrupção ativa e passiva, acesso ilegítimo e falsidade informática

tiago miranda

Foram realizadas buscas esta quarta-feira na divisão de trânsito da PSP, no IMT, no MAI e na Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Diversidade de instituições envolvidas tornou a investigação “bastante complexa”. PSP andava atrás desta “rede informal” há um ano e meio

Hugo Franco

Hugo Franco

texto

Jornalista

Tiago Miranda

Tiago Miranda

fotos

Fotojornalista

A investigação à rede informal que forjava documentos de condução a troco de largas quantias de dinheiro, apelidada de "Operação 2a Via", tem cerca de um ano e meio e muitos dos alegados crimes ocorreram ainda durante o ano passado. O trabalho da divisão de investigação criminal da PSP conheceu várias velocidades e foi sempre considerado muito sensível.

“Tratou-se de um caso bastante complexo. O facto de os suspeitos trabalharem em diferentes instituições que gerem as burocracias e litígios do trânsito da capital complicou o processo”, conta uma fonte da PSP. O Expresso sabe que esta “rede informal” fazia “um conjunto de favores” a várias pessoas, principalmente “a grandes empresas”, entre eles o de “apagar multas de trânsito”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)