Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“A religião é muito assustadora nos EUA. Os religiosos têm de ser mantidos longe do poder político”

  • 333

FANATISMO RELIGIOSO. “Há uma verdadeira ameaça à democracia e ao secularismo político vinda desses grupos religiosos”

YURI GRIPAS / REUTERS

A direita religiosa americana age como se estivesse acima da lei, diz Jean Cohen. A especialista em lei internacional, justiça global e soberania garante que a democracia não está em ruína, mas há verdadeiro perigo populista à espreita

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

O populismo nos Estados Unidos está pronto a dividir a sociedade entre “eles” e “nós”, ainda que, a nível das instituições, a democracia não esteja em risco. Quem o diz ao Expresso é Jean Cohen, constitucionalista norte-americana, doutorada em estudos sociais e professora na Universidade de Columbia. Cohen desloca-se a Lisboa esta sexta-feira para tentar responder aos desafios da “Democracia sem ‘demos’?”. Esta é a pergunta do painel da conferência “Que democracia?”, organizado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos e no qual participa esta especialista em lei internacional, justiça global e soberania, que escreveu com Andrew Arato “Sociedade civil e teoria política”. É um texto considerado seminal sobre a sociedade civil contemporânea.

Ao Expresso, Jean Cohen diz esperar que não se ponha a hipótese de Donald Trump vencer as presidenciais de 8 de novembro. Defende que a eleição e reeleição de um “afro-americano” para a Casa Branca foi um feito maior, mas alerta para o ricochete que se fará sentir agora num país que é “profundamente racista”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)