Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O que o Orçamento lhe vai trazer, o que deve ficar de fora e o que (ainda) não se sabe

  • 333

Marcos Borga

Negociações entre Governo, PCP e BE prosseguem nos bastidores. Mas há áreas em que já houve avanços. E até recuos

O que deve avançar

1.1 Aumento do salário mínimo
O PCP exigiu desde o primeiro momento o aumento do salário mínimo nacional para os 600 euros logo no Orçamento do Estado para 2016. Mas o Governo de António Costa contrapôs que esse aumento deveria ser gradual, começando nos 530 euros em 2016 e aumentando progressivamente até aos 600 euros no fim da legislatura, em 2019.

Em janeiro de 2016 registou-se então o primeiro aumento dos 505 euros para os 530 e em janeiro de 2017 vai ocorrer o segundo aumento, para os 557 euros. Os dados do Governo apontam para que a subida do salário mínimo beneficie sensivelmente 650 mil trabalhadores portugueses.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • 14 principais medidas das Grandes Opções do Plano para 2017

    As Grandes Opções do Plano para 2017 são apresentadas em forma de proposta de lei, juntamente com o Orçamento do Estado, que será entregue este ano no parlamento a 14 de outubro, e foram esta quinta-feira tema da intervenção do primeiro-ministro no debate quinzenal no parlamento. Conheça aqui as principais medidas enviadas ao Conselho Económico e Social nas mais diversas áreas

  • Sei o que taxaste no orçamento passado

    Primeiro debate quinzenal da nova sessão legislativa ficou marcado por trocas de acusações sobre medidas fiscais. As do passado e as para o futuro. Costa defende trajetória do Governo e mantém confiança num défice abaixo de 2,5%. Passos diz que Costa está a retratar "outra realidade" e Cristas acusa o PM de "mentir" sobre evolução da economia