Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Sei o que taxaste no orçamento passado

  • 333

DEBATE. Costa a atacar as bancadas da direita

marcos borga

Primeiro debate quinzenal da nova sessão legislativa ficou marcado por trocas de acusações sobre medidas fiscais. As do passado e as para o futuro. Costa defende trajetória do Governo e mantém confiança num défice abaixo de 2,5%. Passos diz que Costa está a retratar "outra realidade" e Cristas acusa o PM de "mentir" sobre evolução da economia

O discurso inaugural de António Costa fez um resumo da matéria dada, na perspetiva socialista. O Governo " interrompeu a catástrofe social dos últimos anos", "devolveu rendimentos às famílias", "vai eliminar a sobretaxa", "aumentou o salário mínimo nacional" e provou que "não era impossível" ter seguido este caminho em anos anteriores. "Tem sido possível. A população empregada aumentou e o desemprego diminuiu, atingindo níveis que já não conhecíamos há vários anos", defendeu.

O tom otimista do primeiro-ministro contrastou com o que rotulou, nos partidos à direita, de "catastrofismos semanais de quem já nada mais tem para dar, do que esperar o falhanço do país". E até lhe permitiu antecipar que daqui a um ano o país terá "mais crescimento, melhor emprego e maior igualdade". Pelas medidas de apoio ao investimento e de capitalização de empresas que aí vêm, porque "o indicador de clima económico melhorou" e também porque o défice público ficará, este ano, "claramente abaixo dos 3% do PIB". "Com conforto, estamos confiantes, será inferior a 2,5%", defendeu.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)