Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Uma decisão que sacudiu os políticos: Lula no banco dos réus

  • 333

INDIGNAÇÃO. Lula da Silva considera a acusação uma farsa e diz que se for culpado vai pelo próprio pé até à esquadra

PAULO WHITAKER / REUTERS

Apesar da controvérsia e da fragilidade da acusação, o juiz da Lava Jato considerou que há “indícios suficientes” para levar o ex-presidente a julgamento por corrupção e lavagem de dinheiro. Lula insiste na sua inocência e o novo “show de pirotecnia” de Moro incomodou toda a classe política do país

Sem surpresa, o ex-presidente Lula da Silva tornou-se réu por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da investigação dos desvios de fundos da Petrobras. O juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato, aceitou a acusação apresentada na semana passada pelo Ministério Público contra Lula, sua mulher Letícia e mais cinco pessoas.

Os procuradores acusam Lula de ter recebido 3,7 milhões de reais (991 mil euros) de subornos pagos pela construtora OAS. Do total de benefícios pessoais alegadamente recebido pelo ex-presidente, 643 mil euros referem-se à compra e obras num apartamento em Guarajá, no litoral de São Paulo, sendo o restante 348 mil euros atribuídos a custos da OAS no armazenamento de bens pessoais de Lula e da mulher.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)