Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O que (não) se sabe sobre os escalões do IRS

  • 333

Marcos Borga

A equipa das Finanças está a avaliar mexidas nos escalões de rendimento, para tributar mais os ricos e aumentar a progressividade do imposto, que – segundo o governo de António Costa – foi ‘roubada’ pelo anterior executivo, em 2013

Alguém tem de pagar mais para que alguém pague menos”, explicava ao Expresso um dirigente socialista em maio de 2015, quando se especulava sobre quais as medidas com impacto no IRS que iriam constar no programa de governo do Partido Socialista (PS).

Mexer nos escalões do imposto foi, logo cedo, uma hipótese posta em cima da mesa pelo PS. No programa eleitoral, o partido determinou a necessidade de “aumentar a progressividade do IRS, nomeadamente através da reanálise da estrutura de escalões do IRS tendo em consideração o esforço fiscal dos cidadãos e das famílias”. Também foi decretado o fim do quociente familiar, medida que avançou com o Orçamento do Estado (OE) para 2016.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)