Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O aroma a chocolate de Gene Wilder. Por Herman José

  • 333

GENE WILDER 1933-2016. Ficou conhecido por participar em inúmeros filmes do diretor Mel Brooks, pelos quais obteve duas nomeações para os Óscares

Gene Wilder, um daqueles homens que praticam o bem exercitando o humor, tinha 83 anos. Herman José explica-nos o que perdemos e como o perdemos. E a falta que nos fará

Texto de Herman José

Apaixonei-me artisticamente pelo Gene Wilder aos 14 anos quando o descobri na pele do fantástico “Leo Bloom” da obra prima de Mel Brooks “The Producers”. Rendi-me completamente à sua arte cómica no “Frankenstein Junior” (de sua coautoria) e que o mesmo Mel Brooks aceitou realizar. Finalmente, amei a criação do seu “Wako Kid” do meu filme de culto “Blazing Saddles” (também do Mel Brooks), um hino humorístico aos tiques racistas da América dos anos setenta, ainda hoje uma das referências maiores do tão maltratado cinema dito cómico, eterno parente pobre de Hollywood.

Nos últimos anos, e graças a esse milagre chamado “YouTube”, voltei a conviver com um outro Gene Wilder. O que se cansou dos maus argumentos, dos palavrões, das facilidades artificiais que servem de base ao novo cinema comercial americano e se afastou.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Morreu o primeiro Willy Wonka

    Gene Wilder participou em dezenas de filmes. A comédia era sua especialidade e o chocolateiro Willy Wonka foi um dos seus personagens mais acarinhados. O ator morreu aos 83 anos