Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Serviço Nacional de Saúde com primeiro saldo positivo desde janeiro

RECUPERAÇÃO. Contas do SNS até julho melhoraram face ao ano passado

Nuno Fox

Após seis meses consecutivos de um saldo orçamental negativo, o SNS alcançou em julho um excedente entre receitas e despesas

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) fechou o mês de julho com um excedente orçamental de 1,7 milhões de euros, o primeiro saldo positivo dos últimos seis meses. Este ano apenas em janeiro o SNS tinha obtido um resultado positivo entre receitas e despesas, mostram os dados publicados pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

O saldo apurado no final de julho evidencia uma melhoria das contas públicas no que à saúde diz respeito: em julho de 2015 o SNS tinha um défice orçamental de 71,8 milhões de euros. O Ministério da Saúde avalia a execução com satisfação, mas sem triunfalismo. “A execução orçamental do SNS segue a trajetória prevista e enquadra-se dentro dos objetivos definidos pelo Governo no Orçamento do Estado para 2016”, comentou fonte do gabinete do ministro da Saúde em resposta a perguntas colocadas pelo Expresso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Médicos querem SNS tratado como a Caixa Geral de Depósitos

    Sindicato Independente dos Médicos enviou ofício ao ministro da Saúde para que o ‘remédio’ administrado aos funcionários do banco estatal, para travar a saída para o sector privado, seja igualmente prescrito aos clínicos do Serviço Nacional de Saúde