Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Yellen esconde o jogo. Juros mais altos sim. Quando? Logo se vê

  • 333

SINAIS. A poderosa presidente da Reserva Federal voltou a não abrir o jogo sobre quando pode voltar a subir os juros do dólar

reuters

Como é seu estilo, a líder do banco central norte-americano, Janet Yellen, deu uma no cravo e outra na ferradura na abertura, esta sexta-feira, do importante simpósio anual de Jackson Hole, nos EUA. Deixou em aberto a possibilidade de uma subida das taxas de juro, mas não deu indicações de qualquer calendário e sublinhou que “a política monetária não tem um curso pré-definido”

“Eu acredito que o caso a favor de um aumento da taxa de juro diretora se fortaleceu nos meses mais recentes”, disse Janet Yellen, a presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed)na abertura do simpósio anual organizado em Jackson Hole, no Wyoming, nos Estados Unidos.

Esta frase, proferida no que é considerado o ‘Davos’ dos bancos centrais, invadiu imediatamente os títulos de artigos e os comentários nas redes sociais dos analistas financeiros, que a ‘leram” como indicando uma maior probabilidade de uma subida das taxas de juro da Fed a curto prazo. Estas taxas foram elevadas para um intervalo entre 0,25% e 0,50% em dezembro passado depois de sete anos em mínimos históricos de 0% a 0,25%, fixados para responder à grande crise financeira e impulsionar a retoma depois de uma recessão de 18 meses.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)