Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Nuno lutou com Jesus sempre com armas desiguais”

  • 333

CLÁSSICO. Sem clube, Domingos Paciência não esconde a vontade que tem de voltar a treinar, lá fora ou cá dentro

reuters

Domingos Paciência, o último Bola de Prata português, eterno ídolo portista e ex-treinador do Sporting, garante que é cedo demais para dar palpites sobre o favorito ao título nacional, o que o leva a ser prudente na antevisão do primeiro clássico da época, domingo, em Alvalade, entre um Sporting mais equibilbrado e um FC Porto de novo moralizado, mas que ainda precisa de um reforço importante

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Na euforia da vitória em Roma, Pinto da Costa anunciou que o FC Porto vai a Alvalade ganhar. É a sua aposta?
Não sou de apostas. Concordo com o presidente do FC Porto, pois é sempre para ganhar que o FC Porto vai a Alvalade. Agora uma coisa é dizer, outra é conseguir, até porque há um grande equilíbrio de forças entre as duas equipas. O Sporting é uma equipa muito equilibrada, esteve bem nas duas primeiras jornadas, e o FC Porto vai jogar moralizado pelo que fez no play-off da Champions. É um clássico em que tudo pode acontecer.

Jorge Jesus diz que o jogo de domingo não é uma prova de fogo...
E tem razão. À terceira jornada não há provas de fogo. Ainda há muito campeonato pela frente, muitos jogos decisivos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)