Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Qual vai ser afinal a administração da Caixa Geral de Depósitos?

  • 333

LUZ. A Caixa Geral de Depósitos vai finalmente ter nova administração. A cessante teve de ir ficando contra a sua vontade dos seus membros

Chumbaram oito, ficam 11. A nova administração da Caixa Geral de Depósitos tomará posse nos próximos dias. Depois de passar pela peneira do BCE, por onde não passou tudo

Comecemos onde acabámos. No quem entra depois de do quem sai. O “onze” da administração da Caixa será composto por sete administradores executivos e quatro não executivos:

António Domingues — Presidente
Economista, 59 anos, dos quais trabalhou 27 no BPI, de onde saiu como vice-presidente, tendo a seu cargo a área financeira, experiência considerada relevante uma vez que a CGD tem em curso um processo de recapitalização. É bem visto nos círculos socialistas e, no BPI foi colega de Vítor Constâncio, hoje vice-presidente do BCE. Antes do BPI, passou pelo Banco de Portugal e pelo Banco Português do Atlântico (BPA).

Vai ser presidente executivo (CEO) e, durante um período de transição de seis meses, também presidente não executivo (“chairman”). Tanto Domingues como o governo pretendiam que acumulasse os cargos, mas o BCE impõe que os dois cargos sejam desempenhados por pessoas diferentes.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)