Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Portugueses confiantes na solidez da aliança das esquerdas

  • 333

ILUSTRAÇÃO TIAGO PEREIRA SANTOS

A esmagadora maioria acredita que a legislatura chegará ao fim e que ninguém da “geringonça” provocará eleições

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

TEXTO

Jornalista da secção Política

A pergunta nunca deixou de se fazer desde que, a 10 de novembro de 2015, foi assinado o acordo entre o PS e os partidos à sua esquerda que permitiu a António Costa formar Governo: a “geringonça” (o nome com que Paulo Portas batizou a aliança parlamentar) aguenta? “Ai aguenta, aguenta”, respondem os inquiridos pela Eurosondagem no estudo de opinião de agosto para o Expresso e SIC, pondo uma pedra sobre as dúvidas iniciais.

Se primeiro se estranhou, agora já se entranhou: nove meses depois, ver o PCP e o BE ao lado do poder, num inédito entendimento com o PS, é encarado com normalidade e confiança pela esmagadora maioria dos portugueses. São mais de 70% os que não veem razões para que haja eleições antecipadas e quase tantos (64%) os que têm a certeza que nem o Executivo nem nenhum dos seus parceiros na Assembleia da República as vai provocar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)