Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Portugal no ‘clube’ das quatro economias do euro com crescimentos mais baixos

  • 333

FOTO Luis Barra

Taxa de crescimento anual do PIB baixou no segundo trimestre. Portugal no ‘clube’ das quatro economias do euro com crescimentos mais baixos. Ministério das Finanças admite que economia está a levar mais tempo a descolar do que o previsto no Orçamento de Estado para 2016

A desaceleração da economia portuguesa continua. O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,8% em volume no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo trimestre do ano passado, segundo a estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgada esta sexta-feira. A taxa de crescimento homólogo reduziu-se em uma décima em relação aos 0,9% registados no primeiro trimestre de 2016 e está em quase metade da média do crescimento trimestral homólogo do ano passado.

O abrandamento na economia portuguesa no segundo trimestre do ano ocorreu apesar de a zona euro ter crescido mais do que os Estados Unidos e o Japão. O país aparenta não estar a ser ‘contagiado’ pelo principal destino das exportações nacionais, Espanha, que integra o ‘clube’ das taxas de crescimento anual mais altas da União Europeia, com crescimentos homólogos acima de 3% no segundo trimestre, segundo dados do Eurostat divulgados também esta sexta-feira.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)